terça-feira, 20 de abril de 2010

Vontade de gritar.

Gritar bem alto, gritar bem forte, mesmo não sabendo como se grita fraco ou baixo.
Hoje tô num daqueles dias sabe? Não, não é TPM não, é um treco estranho que dá lá no peito e você fica se perguntando se é físico ou sentimental, mas se é sentimental por que é que a dor parece ser tão física? Ai da vontade de tomar um remédio e esperar passar, mas adivinha só? NÃO PASSA. Não, fácil não, vem do nada e vai do nada e você fica sem saber como agir. Eu tenho vontade de gritar, fico elétrica, fico carente, fico indiferente, fico com medo.
(suspiro)
As músicas, as pessoas, as coisas, as declarações... o tempo curando e rearrumando tudo. Sempre demoro a me adaptar às coisas novas... eu sei que passa.
Obrigada mesmo assim. Meias palavras já aliviam.

Um comentário:

Anônimo disse...

Srta. K.

Vou te "falar" uma coisa... qdo a gente perde alguém tão próximo, achamos q não vamos sobreviver.. e olha onde chegamos...

Acredito que qualquer outro sofrimento é "fichinha" qdo perdemos alguém tão próximo.

Coisas novas assustam mesmo, eu sou uma dessas pessoas que demoram pra se adaptar... mas passa! Tenha certeza.

Uma coisa eu aprendi.. sofrimentos vem pra nosso amadurecimento e coisas novas são frutos que estamos colhendo...

*B