domingo, 16 de setembro de 2012

Bem mais que o tempo que nós perdemos...

Embora o tempo passe rápido demais, cruel demais e sem nos dar a chance de pensar duas vezes antes de nos agarrar as oportunidades, eu gosto de pensar que existe um lugar em que as coisas cntinuam calmas, serenas e que eu ainda posso ter 16 anos e falar das loucuras que essas tantas voltas de mundo causam na minha humilde existência.
Eu sinto todos os dias a necessidade de viver mais, de ser mais, de buscar mais...
Depois de tantos anos eu vejo que eu sempre fui esse incompleto, sou uma busca incessante pelo desconhecido, sou um desejo incontrolável de ter o mais simples de ser o mais intenso... de cicatrizar minhas feridas e me reinventar pra recomeçar minha busca.
Não perdi minha essência como pensei que havia. A verdade é que eu só somei fragrâncias.

Um comentário:

Pandinha disse...

Lindooo, quase chorei ..